Review Category : Notícias

Contas de luz sobem, em média, 23,4% no país a partir de segunda

conta_de_energiaAs contas de luz no Brasil vão aumentar, em média, 23,4% a partir da próxima segunda-feira (2), quando começa a vigorar a revisão extraordinária aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta sexta-feira (27).

Para os consumidores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a alta vai ser de 28,7%, na média, 4,5 vezes maior que a aplicada para aqueles que vivem em estados do Norte e Nordeste, que será de 5,5%, também na média.

Essa diferença ocorre porque os consumidores das três primeiras regiões terão mais custos para cobrir com essa revisão extraordinária. Um exemplo é a energia gerada pela hidrelétrica de Itaipu, que atende a todo o país e foi reajustada em quase 50% em 2015, mas que é repassada apenas às contas de luz de moradores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Ao todo, a Aneel autorizou o reajuste das tarifas de 58 das 63 distribuidoras de energia do país. Os cerca de 1,2 milhão de consumidores da AES Sul, que atende em 118 cidades do Rio Grande do Sul, terão o maior reajuste, de 39,5%.

Entre as maiores distribuidoras, os mais altos serão da Copel (36,4%), que atende a clientes no Paraná, da Eletropaulo (31,9%), que atua em São Paulo, e da Cemig (28,8%), que atende a consumidores de Minas Gerais. Veja, abaixo, lista das distribuidoras e respectivo reajuste.

Clientes de quatro distribuidoras não serão atingidos pelo reajuste extra das contas de luz. Os da CEA, do Amapá, porque a empresa não pediu à Aneel a revisão extraordinária. Já os da Amazonas Energia (AM), Boa Vista e CERR (RR), estão livres porque vivem em regiões que não são atendidas pelo Sistema Interligado Nacional (SIN), rede de linhas de transmissão que liga o país, e por isso não participam do rateio de contas do setor.

Aumento extra
As revisões extraordinárias aprovado nesta sexta são um aumento extra nas contas de luz, aplicado quando há risco de desequilíbrio nas contas das distribuidoras. Portanto, os consumidores podem esperar por nova alta em suas tarifas ao longo de 2015, pois a Aneel ainda vai autorizar o reajuste ordinário, aquele que já ocorre uma vez por ano.

Das 63 distribuidoras, 6 já passaram, em fevereiro, pelo reajuste ordinário. A Ampla, que atende cidades do interior do Rio de Janeiro, vai ter os reajustes ordinário e extraordinário aprovados juntos ainda no mês de março, por isso não consta da lista divulgada pela Aneel nesta sexta.

A revisão aprovada nesta sexta vai permitir que as distribuidoras arrecadem, de imediato, recursos para cobrir custos com a compra de energia de Itaipu, novos contratos de suprimento de eletricidade firmados em leilões recentes, além de ações do governo financiadas pela Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

Pela regra, as distribuidoras deveriam bancar essas contas para, depois, serem ressarcidas no reajuste anual, mas elas alegam não ter recursos. Ou seja, essas despesas bilionárias já seriam repassadas aos consumidores mas, com a revisão extraordinária, isso ocorre antes.

Mais cedo nesta sexta, a Aneel aprovou a previsão de orçamento da CDE para 2015. E determinou que os consumidores paguem, via contas de luz, R$ 22,06 bilhões para o fundo.
O dinheiro vai financiar, entre outras ações, o programa Luz para Todos, o subsídio à tarifa de famílias de baixa renda, combustível para usinas termelétricas do Norte do país e o pagamento de indenizações a empresas.

Consumidores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste vão pagar 80% desse valor. Aos consumidores do Norte e Nordeste, será repassado 20% do total. A arrecadação dos R$ 22,06 bilhões será feita ao longo de 2015.

Equilíbrio
O diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, afirmou que o reajuste extra vem corrigir “eventos que perturbam o equilíbrio econômico e financeiro das distribuidoras”, entre os quais o repasse da CDE “é o principal item.”

“Com essas decisões que estão sendo tomadas, completamos o ciclo para alcançar a sustentabilidade do setor elétrico por meio da tarifa”, disse Rufino.

A medida faz parte dos esforços do governo para equilibrar as contas públicas e reverter o processo de perda de credibilidade. No caso do setor elétrico, isso significa suspender ajuda financeira às distribuidoras, por meio de recursos do Tesouro, e promover o chamado “realismo tarifário”, ou seja, repassar às tarifas todos os custos do setor.

Veja a lista das distribuidoras e o respectivo aumento:

AES Sul – 39,5%
Bragantina – 38,5%
Uhenpal – 36,8%
Copel – 36,4%
RGE – 35,5%
CNEE – 35,2%
Cocel – 34,6%
Muxfeldt – 34,3%
Demei – 33,7%
Caiua – 32,4%
Forcel – 32,2%
Eletropaulo – 31,9%
CFLO – 31,9%
Hidropan – 31,8%
CPFL Paulista – 31,8%
EDEVP – 29,4%
CPFL Piratininga – 29,2%
Cemig – 28,8%
Enersul – 27,9%
DME-PC – 27,6%
Celg – 27,5%
Eletrocar – 27,2%
Eflul – 27%
Energisa MG – 26,9%
Cemat – 26,8%
Escelsa – 26,3%
ENF – 26%
Bandeirante – 24,9%
Celesc – 24,8%
Elektro – 24,2%
CEB – 24,1%
Ienergia – 23,9%
CJE – 22,8%
Light – 22,5%
CEEE – 21,9%
CSPE – 21,3%
Chesp – 21,3%
Santa Maria – 21%
Eletroacre – 21%
Cooperaliança – 20,5%
Joaocesa – 19,8%
CPEE – 19,1%
Ceron – 16,9%
Mococa – 16,2%
Coelce – 10,3%
CPFL Santa Cruz – 9,2%
Energisa SE – 8%
Sulgipe – 7,5%
Energisa Borborema – 5,7%
Coelba – 5,4%
Ceal –  4,7%
Celtins – 4,5%
Energisa PB – 3,8%
Celpa – 3,6%
Cepisa – 3,2%
Cemar – 3%
Cosern – 2,8%
Celpe – 2,2%

Bandeiras tarifárias
A Aneel já havia tomado nesta sexta uma outra decisão que implica em aumento das contas de luz para os brasileiros ao aprovar o aumento na taxa extra das bandeiras tarifárias, cobrada nas contas de luz quando há aumento no custo de produção de energia no país. Os novos valores, agora oficiais, começam a valer na próxima segunda-feira (2) e são os mesmos propostos no início de fevereiro, quando o assunto foi levado a audiência pública.

Fonte: G1 notícias / Economia

Read More →

Não usar óculos de sol é um dos erros que mais detonam a… pele!

erros-peleTer uma pele sempre linda e jovem é o sonho de muitas mulheres. Para alcançá-lo é preciso manter uma alimentação equilibrada, rica em vitaminas e antioxidantes, além de tomar muitos cuidados com fatores externos, como sol e poluição.

Alguns erros que você comete no dia a dia podem sabotar a sua beleza e acelerar o processo de envelhecimento da pele. Um deles é não usar o óculos de sol. Entenda a razão e veja os outros para mudar de hábitos hoje mesmo.

Não usar óculos escuros. Óculos escuros reduzem as linhas de expressão em volta dos olhos. O acessório protege a pele dos raios UV, evita os famosos pés de galinha e protege as pálpebras e globo ocular, que são tão sensíveis quanto o resto do rosto. Na hora de escolher, certifique-se de que as lentes tenham proteção UV.

Fonte: UOL

Read More →

FIFA anuncia os quatro candidatos que seguem na disputa à presidência

01_2A FIFA confirmou na manhã desta segunda-feira que quatro candidatos seguem na disputa pela presidência da entidade. O comitê que supervisiona a eleição informou que, após encerrado o prazo de candidatura, seguem concorrendo o atual presidente Joseph Blatter, o príncipe Ali bin al-Hussein, vice-presidente da Fifa para Ásia e presidente da Jordânia, Michael van Praag, presidente da Federação Holandesa de Futebol, e o ex-jogador português Luis Figo.

Jerome Champagne, ex-diplomata e ex-diretor da Fifa, que seria o quinto candidato, não conseguiu as cinco indicações necessárias somente três.  Os quatro que avançaram no pleito agora serão analisados pelo comitê de ética da FIFA. O órgão responsável pela eleição espera anunciar definitivamente quais serão os concorrentes em duas semanas. O pleito está marcado para 29 de maio.

O francês David Ginola anunciou na última sexta-feira que não conseguiu o apoio requerido pela entidade máxima de futebol e foi obrigado a interromper a candidatura.

Fonte: G1 notícias/esportes

Read More →

Rio Paraíba do Sul pode não ter água para socorrer Sistema Cantareira

3934429_x360Ano 2015 começou pesado para os brasileiros. Ajustes na economia, crise de energia e a crise da água, que afeta não só São Paulo, mas também os outros estados da região Sudeste.

Enquanto a população recebe respostas confusas das autoridades, buscam-se caminhos para que a maior cidade do Brasil não entre em colapso.

Entre as medidas de emergência, foi lançado sexta-feira (30) o polêmico projeto de transposição do Rio Paraíba do Sul. O plano prevê o desvio de parte das águas para socorrer as represas de São Paulo. Só que a bacia do Paraíba do Sul, principal fonte de abastecimento do estado do Rio de Janeiro, também está secando.

E aí? O que era para ser solução vai acabar criando outro problema?

Era uma vez um rio que corria em meio à Mata Atlântica fechada. Um rio tão bom que muita gente escolheu seu entorno para sobreviver. São 15 milhões de pessoas abastecidas por ele pelos rios que correm até ele. Centenas de anos depois, cada vez menos Mata Atlântica. E esse rio passa agora pela maior seca já registrada.

O sistema do Rio Paraíba do Sul abastece três estados: Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. É por ser tão importante que ele agora é o centro de uma polêmica.

No reservatório de Jaguari, em São Paulo, se planeja fazer a transposição do Rio Paraíba do Sul. Uma obra que é apontada como uma das soluções para o problema da falta d´água em São Paulo. Para chegar no lugar onde se pretende fazer a obra, é preciso pegar um barco. Geralmente, pegaria-se um barco em um píer. Mas a represa está tão seca que é preciso descer todos os degraus. Antes era tudo ficava embaixo d’água.

São 25 metros abaixo do nível normal. O especialista em recursos hídricos Edilson Andrade vai mostrar o lugar da obra.

Fantástico: A represa agora está muito seca?
Edilson Andrade: Sim, ela está quase que zero de volume útil, está com 1,7% apenas.

Uma floresta antes submersa mostra seus galhos. E, em um dos cantos da represa, se vê a antiga cidade de Igaratá, onde o professor Sirlei da Silva se criou. “Aqui era a pracinha da frente da igreja, até tem os canteiros ainda, vestígios de canteiro. Os bancos da praça. A minha adolescência eu passei aqui”, indica Sirlei.

Ele não ia à cidade há 50 anos, desde que a cidade ficou submersa com a construção da represa. O que restou de Igaratá estava a 20 metros de profundidade. Agora, um símbolo da seca.

“Essa situação caótica que a gente começa a experimentar é como se fosse uma ferida que começa a sangrar. Igaratá é apenas um toque nessa ferida”, diz Sirlei.

Fantástico: A obra então está planejada para ser feita aqui.
Edilson Andrade: Sim, esse local deve receber as obras.

Segundo o projeto, seis motores vão bombear a água por 20 km até a represa do Atibainha, que faz parte do Sistema Cantareira.

O Sistema Cantareira é usado por 8 milhões de pessoas em São Paulo, que esta semana ouviram uma previsão dramática. “Precisaria de um rodízio de dois dias com água por cinco dias sem água”, disse o diretor metropolitano da Sabesp, Paulo Massato Yoshimoto.

A ideia é bombear do Paraíba do Sul para lá cerca de 5 mil a 8 mil litros de água por segundo. O suficiente para abastecer 2 milhões dos 22 milhões de habitantes da Grande São Paulo.

Só que, para isso acontecer, os reservatórios do Paraíba do Sul precisam se recuperar primeiro. “Nesta situação de crise, não daria para passar esse volume para São Paulo”, afirma Edilson Andrade.

Em uma seca como essa, segundo os especialistas, transferir a água para o Cantareira poderia criar outro problema.

Fantástico: O Paraíba do Sul pode se tornar um novo Cantareira?
Edilson Andrade: Pode, se nesse verão não chover e no próximo, de 2016, a chuva também não vier em quantidade suficiente, em um ano vai ser um novo Cantareira.
Fantástico: E aí não daria para socorrer o Cantareira?
Edilson Andrade: Sim. Para socorrer o Cantareira precisa ter água. E só tem água se houver uma recuperação dessas represas do Paraíba do Sul. Seria socorrer um doente e deixar o outro à mingua.

As represas do Cantareira e as do Paraíba do Sul estão na mesma zona climática. Elas funcionam sob o mesmo regime de chuva. Ou seja, se chove aqui, chove lá também. E se tem seca lá, tem seca aqui também.

Essa obra foi anunciada no ano passado, a princípio a um custo de R$ 300 milhões. Mas a licitação que foi aberta sexta-feira (30), estima gastos de R$ 830 milhões, quase três vezes mais. Recursos do PAC do governo federal, o Programa de Aceleração do Crescimento. A previsão é de que fique pronta em um ano e meio.

“São Paulo sabe que essa não é a melhor alternativa que ele escolheu, o Jaguari. É a mais rápida”, afirma o secretário de Ambiente do Rio de Janeiro André Corrêa.

Uma solução de emergência para uma crise anunciada. Olha essa reportagem que o Fantástico exibiu em 2003: “Um fantasma assusta a maior cidade do país. A falta d´agua. Quase vazios, os oito reservatórios não dão mais conta de atender 18 milhões de usuários. O maior reservatório, o da Cantareira. Está com um pouco mais de 6% da sua capacidade”. Isso foi há 12 anos. E mesmo naquela época, longe de ser novidade.

O projeto que se pretende realizar agora foi condenado no ano passado. Uma comissão de especialistas fez um estudo do Paraíba do Sul encomendado pelo governo do estado do Rio de Janeiro. E desaconselhou qualquer obra de transposição.

“Não podemos imaginar que podemos cobrir um pé e descobrir o outro. A região metropolitana e o estado do Rio de Janeiro não têm um outro manancial que possa ser suprido além do Paraíba do Sul. E com a quantidade de usos que essa bacia já tem, uma retirada adicional, na verdade, trará consequências imediatas”, afirma o pesquisador da Coppe/UFRJ Paulo Carneiro.

No ano passado, o governo do Rio de Janeiro foi contra a obra. Agora, mudou de opinião.

“Nós queremos ajudar São Paulo. Não vou ficar pautado por um estudo em uma situação de emergência”, defende André Corrêa.

O secretário estadual de Ambiente defende que a obra seja feita. Mas que só entre em funcionamento se o nível da água voltar a subir. “Vai depender das condições do rio. Nós estamos falando de uma obra que vai levar, no mínimo, um ano e oito meses”, diz o secretário de Ambiente André Corrêa.

Fantástico: Isso não se torna uma obra obsoleta?
André Corrêa: Ela em algum momento…Eu acredito que em algum momento nós vamos recuperar os reservatórios.

O governo de São Paulo garante que a transposição não vai prejudicar ninguém. “Essa obra não vai trazer nem bem e nem mal para o Rio de Janeiro. Essa obra é uma obra neutra”, afirma o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos de São Paulo, Benedito Braga.

Uma segunda fase da obra prevê um sistema de tubos que faria o caminho de volta. Levar água do Sistema Cantareira para o Paraíba do Sul. “Eu acredito que é algo que dificilmente vai acontecer”, afirma Edilson Andrade.

O problema do Paraíba do Sul só se agrava. Ernesto é um ambientalista que dedica a vida ao Paraíba do Sul. Ele sobrevoou o rio em agosto. “O rio estava 2 metros abaixo do normal”, conta.

Semana passada, fez nova viagem pelo mesmo percurso. “Até metade da trajetória é uma seca violenta. Chamou mais atenção foi o aparecimento de mais ilhas. Ilhas que eu digo, de assoreamento. E a seca”.

Do ar, não se vê mais só um rio. Se vê uma crise, cada dia mais grave. E entre projetos, licitações e discussões, uma pergunta ainda sem resposta: E se essa água acabar?

Fonte: G1 notícias/fantástico

Read More →

Veja os novos aumentos anunciados que pesam no bolso em 2015

Governo-publica-decreto-que-aumenta-IOF-sobre-créditoO ano mal começou e o consumidor já sente no bolso o peso dos aumentos anunciados para 2015. Apenas em janeiro, já ficaram mais caras as tarifas de ônibus, a conta de luz e o crédito pessoal. Os reajustes não param por aí. Para os próximos meses, já estão programados novos aumentos em outros serviços.

Veja abaixo as mudanças:

Crédito pessoal (Foto: G1)

O governo aumentou o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) que incide nasoperações de crédito para o consumidor.

A alíquota passou de 1,5% para 3% ao ano (o equivalente à alta de 0,0041% para 0,0082% por dia). Esse valor será cobrado além dos 0,38% que incidem na abertura das operações de crédito. Com essa medida, o governo espera arrecadar R$ 7,38 bilhões neste ano.

 


taxa de juros (Foto: G1)

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar nesta quarta-feira (21) os juros básicos da economia de 11,75% para 12,25% ao ano.

Com a decisão de aumentar a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, os juros sobem ao maior patamar desde meados de 2011, ou seja, em três anos e meio. Com taxas mais altas, a instituição tenta controlar o crédito e o consumo e, assim, segurar a inflação. E isso significa juros em alta para o consumidor.


Financiamento imobiliário (Foto: G1)

A Caixa Econômica Federal aumentou no dia 19 de janeiro as taxas de juros dofinanciamento imobiliário para contratos novos.

Não foram alteradas as taxas de juros dos financiamentos habitacionais contratados com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida e do FGTS.

Foram corrigidas as taxas de juros das operações para financiamento de imóveis residenciais contratadas com recursos da poupança (SBPE). De acordo com a Caixa, a mudança afeta quem tem renda acima de R$ 5,4 mil, que não utiliza os financiamentos habitacionais contratados com recursos do FGTS.

A taxa de juros cobrada pelo Sistema de Financiamento Habitacional (SFH), que financia imóveis de até R$ 750 mil com recursos tanto do FGTS como da poupança, permanece em 9,15% para quem não é cliente do banco e sofre alteração para quem é cliente, incluindo servidores públicos.

Já pelo Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), que financia imóveis com valor acima de R$ 750 mil, a taxa de juros anual passará de 9,2% para 11% para os não-clientes.


Combustíveis (Foto: G1)

A partir deste domingo (1º), a tributação incidente sobre a gasolina e o diesel será elevada, conforme o decreto presidencial 8.395, publicado no “Diário Oficial da União” desta quinta-feira (29). A informação é da Secretaria da Receita Federal.

Segundo o Fisco, o impacto do aumento da tributação será de R$ 0,22 para a gasolina e de R$ 0,15 para o diesel. A expectativa do governo é arrecadar R$ 12,18 bilhões com esta medida em 2015.

O sindicato que representa os postos de combustíveis dizem que vão repassar integralmente para o consumidor o aumento dos impostos sobre a gasolina e diesel.


Conta de luz (Foto: G1)

Foi fixada para janeiro bandeira tarifária de cor vermelha para os consumidores de todos os estados do país, com exceção do Amazonas, Amapá e Roraima (que ainda não estão interligados com o sistema nacional de energia elétrica).

A definição da bandeira de cor vemelha significará um acréscimo de R$ 3,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos em janeiro.

Em janeiro de 2015, começou a vigorar o sistema de bandeiras tarifárias – que contará com as cores verde, amarela e vermelha – indicando as condições de geração de energia no país. O sistema funcionará como um “semáforo de trânsito”, sinalizando nas contas de luz o custo de geração de energia para o consumidor.

Além dos reajustes que ocorrem uma vez por ano para cada distribuidora do país e das revisões periódicas, a Aneel também pode realizar as chamadas Revisões Tarifárias Extraordinárias a qualquer momento, “quando algum evento provocar significativo desequilíbrio econômico-financeiro” das distribuidoras.

Veja o que está fazendo a conta de luz subir


Tarifa de transportes (Foto: G1)

Algumas capitais já fizeram seus reajustes em 2015.

Boa Vista (RR)
A passagem do ônibus coletivo passou de R$ 2,60 para R$ 2,80. Estudantes pagam R$ 1,40.

Rio de Janeiro (RJ)
A tarifa de ônibus municipal e do Bilhete Único Carioca teve reajuste de 13,3% e passou a custar R$ 3,40. As passagens dos ônibus e vans intermunicipais tiveram reajustes de 12,46% – passando de R$ 2,80 para R$ 3,15. O valor do Bilhete Único acompanhará o índice, mudando de R$ 5,25 para R$ 5,90 a partir de 1º de fevereiro.

Salvador (BA)
A passagem em Salvador aumentou para R$ 3,00 a partir do dia 1º de janeiro.

São Paulo (SP)
A tarifa de ônibus subiu de R$ 3,00 para R$ 3,50, assim como a do Metrô. Já as tarifas do bilhete único nas modalidades mensal, semanal e diário (validade de 24 horas) ficaram congeladas. O valor do bilhete único integrado com o Metrô e os trens da CPTM passou para R$ 5,45. Estudantes de escolas públicas e universitários do Prouni, Fies e cotistas terão direito ao passe livre. Com os subsídios, o reajuste médio em São Paulo ficou em 7,92%.


Crédito do BNDES (Foto: G1)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fez uma revisão de suas políticas operacionais para concessão de financiamentos a partir de 2015. As taxas de juros subiram e a participação do banco nos projetos será reduzida.

Pelas condições atuais, o BNDES pode financiar até 90% do plano de investimento de uma empresa, sendo de iguais 90% a parcela do empréstimo corrigida pela Taxa de Juros de Longo Prazo (TJPL). Com a nova política operacional, nesse caso, os dois percentuais caem para 70%.

Para o Programa de Sustentação do Investimento (PSI), a participação do banco, que até então era de 100%, será de no máximo 70% do financiamento total. Já a taxa de juros irá variar, de acordo com a categoria, de 4% a 11% ao ano. Até então, as taxas variavam de 4% a 8% ao ano.


O QUE ESTÁ POR VIR:

Produtos importados (Foto: G1)

A partir de maio, as alíquotas do Imposto de Importação avançarão de 9,25% para 11,75%. O objetivo é compensar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que excluiu o ICMS das importações.

A expectativa é arrecadar R$ 694 milhões neste ano, segundo o Ministério da Fazenda.


Cosméticos (Foto: G1)

A partir de maio deste ano, o modelo de tributação dos atacadistas de cosméticos que são ligados a produtores. Com isso, deverá haver aumento da tributação sobre batons, esmaltes, laquês, alisadores de cabelos, maquiagens para olhos (rímel, sombra e delineador, por exemplo), além de cremes de barbear, sais aromáticos para banhos e odorizadores de ambiente. Shampoos e condicionadores não serão afetados.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), João Carlos Basílio, estima impacto de 12% nos preços dos produtos afetados. Segundo ele, deverá haver queda de vendas e, consequentemente, demissões.

Fonte: G1 notícias

Read More →

Pela 1ª vez, mercado prevê inflação acima do teto da meta em 2015

1Pela primeira vez, os economistas do mercado financeiro passaram a prever inflação acima do teto da meta de 6,5% no ano de 2015, segundo pesquisa conduzida pelo Banco Central na semana passada com mais de 100 instituições financeiras. O levantamento, que dá origem ao relatório de mercado, também conhecido com Focus, foi divulgado nesta segunda-feira (22).

Para este ano, a expectativa dos economistas para a inflação ficou estável em 6,38%. Para 2015, no entanto, a estimativa subiu de 6,50% para 6,54%. A meta de inflação é de 4,5%, com tolerância de dois pontos para mais ou para menos. Dessa forma, o teto é de 6,5%.

Em 12 meses até novembro, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA, considerada a inflação oficial do país, ficou em 6,56% – valor que ainda está acima do teto de 6,5%. A meta, porém, vale somente para anos fechados.

Produto Interno Bruto
Para o Produto Interno Bruto (PIB), os economistas baixaram a estimativa de uma alta deste ano de 0,16% para 0,13%. Foi a quinta queda seguida do indicador. Se confirmada, será a menor expansão desde 2009, quando o PIB teve retração de 0,33%. Para 2015, a estimativa de expansão da economia recuou de 0,69% para 0,55%, na quarta redução consecutiva.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços feitos em território brasileiro, independentemente da nacionalidade de quem os produz, e serve para medir o crescimento da economia.

No fim de outubro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a economia brasileira saiu por pouco da recessão técnica no terceiro trimestre de 2014 – quando o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,1% na comparação com o trimestre anterior. De janeiro a setembro, a economia teve expansão de 0,2% frente ao mesmo período do ano passado. Já no acumulado em quatro trimestres até setembro, a alta foi de 0,7%.

Taxa de juros
Para a taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic, que avançou para 11,75% ao ano neste mês, a expectativa do mercado para o fechamento de 2015 permaneceu estável em 12,50% ao ano. Isso quer dizer que os analistas dos bancos esperam alta nos juros no próximo ano.

A taxa básica de juros é o principal instrumento do BC para tentar conter pressões inflacionárias. Pelo sistema de metas de inflação brasileiro, o BC tem de calibrar os juros para atingir objetivos pré-determinados. Em 2014, 2015 e 2016, a meta central é de 4,5% e o teto é de 6,5%.

Câmbio, balança comercial e investimentos estrangeiros
Nesta edição do relatório Focus, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2014 subiu de R$ 2,60 para R$ 2,65 por dólar. Para o término de 2015, a previsão dos analistas para a taxa de câmbio avançou de R$ 2,72 para R$ 2,75 por dólar.

A projeção para o resultado da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações) em 2014 passou de um déficit de US$ 1,6 bilhão para um resultado negativo de US$ 1,86 bilhão. Para 2015, a previsão de superávit comercial ficou recuou de US$ 5 bilhões para US$ 4,83 bilhões.

Para este ano, a projeção de entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil permaneceu em US$ 60 bilhões. Para 2015, a estimativa dos analistas para o aporte avançou de US$ 58,2 bilhões para US$ 60 bilhões.

Fonte: G1/Economia

Read More →

Medina completa 21 anos e diz: “Não tem presente melhor do que o título”

gabrielmedina_ae_marciofernandesO melhor presente de aniversário que Gabriel Medina ganhou na vida é eterno. Um título que entrou para a história como o primeiro de um país e um continente. Em 38 anos de surfe profissional, apenas dois sul-africanos (Shaun Tomson e Martin Potter) haviam quebrado a hegemonia de surfistas da Austrália, dos Estados Unidos e do Havaí, as três maiores potências do esporte. Nesta segunda-feira, o menino prodígio, que saiu da pequena cidade de São Sebastião, no litoral paulista, para conquistar o mundo, completa 21 anos. E a comemoração do “Air Medina”, famoso pelo estilo radical de suas manobras e aéreos, será no ar, dentro do avião, onde passará o dia viajando de volta ao Brasil depois de se sagrar campeão do Circuito Mundial de Surfe em Pipeline.

- Peguei altos tubos e estou amarradão, muito feliz de ter alcançado o meu sonho. Faço aniversário nesta segunda-feira e não tem presente melhor que o título. Nossa, 21 anos, estou ficando velho… – disse Medina.

Se tivesse levantado a taça quatro dias depois, Gabriel não teria igualado o recorde de Kelly Slater como o mais jovem a conquistar um título mundial, aos 20, idade que o mito americano tinha quando faturou o primeiro de seus 11 canecos. O Havaí ficará gravado para sempre na memória do garoto, cujos pais e irmãos optaram por presenteá-lo materialmente com uma nova referência à conquista da última sexta-feira: um quadro com a imagem do novo campeão erguendo a taça.

- Ele acabou de ganhar de presente o sonho da vida dele, uma glória que será eterna. Não sou muito de compras, não sei escolher direito. Era mais fácil quando ele era menor. Aí encontramos o Hilton (Alves, artista conhecido por pintar painéis de surfe e paisagens) por acaso e ele acabou fazendo esse presente para o Gabriel. Não sabíamos o que daríamos e decidimos na última hora. Ele demorou seis horas para fazer – explicou o padrasto e técnico de Medina, Charles Rodrigues.

A mãe do surfista, Simone, falou que é cada vez mais difícil escolher algo para o filho em ocasiões especiais como esta. No ano passado, ela pediu para talhar um brasão da família Medina, de origem espanhola:

- É difícil comprar presente para o Gabriel, ele acaba ganhando muitas coisas por conta dos patrocínios. No último aniversário dele, eu dei o brasão da família Medina, que é espanhola. Minha mãe, Aurora, é chilena, mas a família vem da Espanha.

A família Medina, que viajou ao Havaí reforçada pelos pais e os irmãos de Gabriel, Sophia e Felipe, voa de volta ao Brasil na manhã desta segunda-feira e desembarca no Aeroporto Internacional de São Paulo na terça-feira à tarde. À noite, o campeão mundial concede uma entrevista coletiva em um hotel de Guarulhos.

Fonte: G1/globoesporte

Read More →

Obama e Raúl Castro anunciam retomada das relações de Cuba e EUA

eua-cuba2j_copiaOs presidentes Barack Obama e Raúl Castro anunciaram nesta quarta-feira (17) o restabelecimento das relações dos Estados Unidos com Cuba.

Obama confirmou que Cuba libertou nesta quartao prisioneiro americano Alan Gross e, em troca, três agentes de inteligência cubanos que estavam presos nos Estados Unidos voltaram à ilha. A transferência de Gross e dos cubanos Luis Medina, Gerardo Hernandez e Antonio Guerrero foram concluídas.

Foram anunciadas as seguintes medidas:
- restabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países;
- facilitar viagens de americanos a Cuba;
- autorização de vendas e exportações de bens e serviços dos EUA para Cuba;
- autorização para norte-americanos importarem bens de até US$ 400 de Cuba;
- início de novos esforços para melhorar o acesso de Cuba a telecomunicação e internet.

Obama também disse que espera um debate sério do Congresso norte-americano para que levante o embargo que o país mantém a Cuba, que proíbe a maioria das trocas comerciais. Os dois países não se relacionavam desde 1962 - mantendo apenas seções de interesse de nível menor desde 1977 em suas respectivas capitais.

Obama disse que a normalização das relações com Cuba encerram uma “abordagem antiquada” da política externa americana. Ao justificar a decisão, o presidente disse que a política “rígida” dos EUA em relação a Cuba nas últimas décadas teve pequeno impacto.

O presidente americano afirmou que acredita que os EUA poderão “fazer mais para ajudar o povo cubano” ao negociar com o governo da ilha.

Em Havana, Raúl Castro confirmou o restabelecimento de relações diplomáticas e disse que quer restabelecer os vínculos especialmente no que se refere a viagens, correio postal direto e telecomunicações.

“Exorto ao governos dos Estados Unidos a remover os obstáculos que impedem os vínculos entre nossos povos”, disse Castro. “Devemos aprender a arte de conviver de forma civilizada com nossas diferenças”, acrescentou.

Castro disse ainda que reconhece que há “profundas diferenças” entre os dois países, “fundamentalmente em matéria de soberania nacional, democracia, direitos humanos e política exterior”, para em seguida completar: “Reafirmo nossa vontade de dialogar sobre todos esses temas.”

O presidente cubano ainda disse que a ilha vai libertar e mandar para os EUA um homem de origem cubana que espionou para os americanos — não se trata, nesse caso, de Alan Gross, que já está em solo americano.

Papel do Vaticano
Obama e Castro mencionaram o papel do Vaticano e do Papa Francisco em facilitar as negociações históricas entre os dois países. Obama dissse que o Papa ajudou ao pressionar pela libertação do americano Alan Gross. Raúl Castro também agradeceu o apoio do Papa Francisco para “ajudar a melhorar as relações entre Cuba e os EUA”. Ele também agradeceu ao Canadá pelo apoio logístico.

Após o anúncio, Papa Francisco parabenizou os dois países e disse que continuará a apoiar o fortalecimento das relações bilaterais.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse que a troca de prisioneiros entre EUA e Cuba foi um gesto “corajoso” do presidente Barack Obama e que tratou-se de uma vitória para a ilha. “Temos que reconhecer o gesto de Obama, um gesto corajoso e necessário”, disse Maduro a líderes do Mercosul em reunião na Argentina.

Fonte: G1 notícias

Read More →

Graça Foster afirma que fica na Petrobras enquanto Dilma quiser

73e2327670a172435cf35fa366e4141e5d423032RIO – Pela primeira vez desde que a crise na Petrobras ganhou contornos insustentáveis no rol de denúncias da Operação Lava-Jato, a presidente da empresa, Maria das Graças Foster, confirmou nesta quarta-feira, durante café da manhã com jornalistas, na sede companhia, que colocou seu cargo à disposição da presidente Dilma Rousseff após as denúncias de corrupção na estatal e a não publicação do balanço financeiro auditado referente ao terceiro trimestre.

— O mais importante é a Petrobras. Conversamos sim (com a presidente Dilma) uma, duas, três vezes. A motivação (da entrega dos cargos) é não travar o balanço da Petrobras. Então, hoje estou aqui enquanto contar com a confiança da presidente.

Sobre a permanência da diretoria, Graça confirmou também que o assunto da demissão coletiva também foi conversado em reunião do Conselho de Administração:

— Eu não conseguiria ficar sem eles. Trabalhamos juntos e compartilhamos as dificuldades. Eles têm a liberdade para tomar essa decisão. A questão é enfrentar.

Graça também pediu que o governo se posicione em relação às empresas envolvidas na Operação Lava-Jato, como as construtoras que também são donas de estaleiros.

— Empresas com evidências em práticas de corrupção não podem ser contratadas. É preciso que o governo se organize e resolva a situação com as empresas, porque o mercado se fecha e elas não conseguem se financiar. Sem isso, vamos ter de fazer licitação internacional toda hora — disse Graça.

EMPRESA QUER ACESSO A DEPOIMENTO DE EX-GERENTE

Graça informou que a companhia decidiu não divulgar o seu balanço na semana passada pois ainda espera ter acesso ao depoimento do ex-gerente Pedro Barusco.

— Consideramos prudente não divulgar o balanço, pois há um conjunto de informações que ainda não foram prestadas. Há uma expectativa de que o depoimento de Barusco também venha e novas informações podem vir.

A presidente informou ainda que não há a menor segurança em obter todas as informações relativas ao caso da Operação Lava-Jato por “180,365, 700 dias”.

— Não há a menor segurança de obter todas as informações em sua plenitude em 180, 365, 700 dias. Eu não sei como vai ser isso. Vamos acompanhar todos os depoimentos. Por isso, estamos trabalhando em outro procedimento de valuation para poder publicar o balanço não auditado.

INVESTIGAÇÃO DA PF ESTÁ ‘ENSINANDO’ A PETROBRAS

Segundo Graça, a Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, emitiu hoje sua primeira nota fiscal, com a venda da diesel. Ela afirma que, apesar da primeira venda comercial da unidade, alvo de investigação por suspeita de superfaturamento, ainda há muitos desafios a superar.

— Pegamos a refinaria pelo pelo e chifres para poder cumprir com o orçamento de US$ 18,5 bilhões. Temos muito desafios a superar em Abreu e Lima. A Petrobras passa por um momento único e vai ficar marcado na história da companhia. Trabalhamos muito nas outras refinarias como a Premium I e Premium II para que os erros não sejam repetidos. Ainda não há cronograma específico. Esse trabalho da Polícia Federal está ensinando muito a Petrobras — disse Graça.

Segundo ela, com a operação da PF, haverá mais barreiras e mais filtros:

— Queremos que nossa governança seja respeitada. Os 85 mil funcionários cobram de nós para que sejam respeitados.

CASO VENINA

A presidente Graça chamou email enviado pela ex-gerente Venina Velosa de “cifrado”. Graça, que na época era diretora de Gás, destacou que, assim, que recebeu os emails conversou com o ex-diretor Paulo Roberto Costa. Graça disse que em 2009 os dois haviam brigado.

— Falei com o diretor Paulo Roberto que ela estava ressentida. Em 2011, foi um ano de muita briga por conta de mudanças em projetos do Comperj e Rnest — disse Graça.

Fonte: G1 notícias

Read More →

Nove maneiras de acelerar o metabolismo — e emagrecer

perder-peso-size-598“Não consigo emagrecer porque meu metabolismo é lento.” Essa desculpa comum entre pessoas com dificuldade de perder peso não tem respaldo científico. O metabolismo, sim, é em parte determinado pela genética, mas ele não é um carimbo definitivo de que um indivíduo com uma herança desfavorável está condenado a ter um metabolismo lento para sempre. “É possível acelerar o metabolismo com medidas como mudanças na alimentação e prática de atividade física”, diz Tarissa Petry, endocrinologista do Centro de Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. “Se uma pessoa tem um metabolismo lento por natureza, precisará fazer mais alterações no seu estilo de vida para ver resultados.”

O metabolismo se refere à quantidade de calorias que o organismo gasta para desempenhar suas funções, como respirar, bombear sangue e praticar atividade física. Acelerá-lo significa fazer com que o organismo use mais energia para realizar o mesmo trabalho.

Existem três tipos de metabolismo: metabolismo de repouso, termogênese alimentar e metabolismo de atividade física. O de repouso, também chamado de basal, corresponde ao gasto necessário para manter as funções básicas, como o batimento cardíaco. “A taxa metabólica de repouso equivale de 60 a 70% do gasto energético do dia. Ela depende da genética e de fatores modificáveis, como a quantidade de massa muscular do corpo”, explica o endocrinologista Marcio Mancini, membro do Departamento de Obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Uma das principais formas de acelerar o metabolismo basal é aumentar a massa magra, pois, para se manter ativo, o músculo gasta mais energia do que outros tecidos, como a gordura.

Já a termogênese alimentar, que responde a 10% da energia gasta pelo organismo durante o dia, se refere às calorias necessárias para realizar a digestão, da mastigação à secreção de enzimas digestivas. “É por isso que comer de três em três horas é importante. Digerir, absorver e metabolizar os alimentos faz o corpo gastar energia”, diz Tarissa Petry.

Por fim, a taxa metabólica de atividade física é a mais variável: consome de 20 a 30% do gasto calórico diário. “Quanto mais atividade você faz, mais calorias pode queimar e mais acelerado fica o seu metabolismo”, explica Marcio Mancini.

Nove medidas que aceleram o metabolismo

Tomar água

Ao entrar no organismo, a água precisa ser ajustada para a temperatura do corpo. O organismo gasta energia para fazer equilíbrio térmico. “Além disso, tomar água cerca de uma hora antes das refeições faz a pessoa comer menos”, diz o endocrinologista Marcio Mancini, membro do Departamento de Obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

Colocar pimenta na comida

A capsaicina, uma substância responsável pelo ardor de alimentos apimentados, como a pimenta, é capaz de acelerar o metabolismo em até 20%. Ela estimula a liberação de adrenalina e, consequentemente, aumenta os batimentos cardíacos, atividade que demanda energia.

Consumir mais proteína

Alimentos ricos em proteína, como carnes, leite e ovo, são mais difíceis de serem digeridos do que carboidratos e gorduras. Por esse motivo, a digestão de proteínas consome mais calorias, e aumenta o metabolismo. A recomendação é ingerir de 1 a 1,4 gramas de proteína por quilo de peso.

Fazer treino intervalado

O treino intervalado é um método de treinamento que consiste em alternar o exercício entre intensidades muito altas (até 90% da frequência cardíaca máxima) e baixas a médias (não ultrapassando 70% da frequência cardíaca máxima), por, no máximo, 30 minutos. Esse treino faz com que o corpo continue queimando calorias por até uma hora depois da atividade, o que eleva o metabolismo e favorece o emagrecimento.

Tomar café da manhã

Tomar café da manhã influencia a velocidade do metabolismo ao longo do dia. De acordo com Francisco Tostes, endocrinologista da Clínica Helena Costa, no Rio de Janeiro, depois de um jejum noturno que varia de 8 a 12 horas, o corpo precisa de combustível. “Se não nos alimentamos, pode ocorrer catabolismo muscular, que é quando o organismo queima músculo para obter energia. A consequência é um metabolismo desacelerado”, diz Tostes. Um café da manhã rico em fibras, proteínas e frutas é ideal para quebrar o jejum.

Controlar o stress

O stress faz com que o corpo secrete altos níveis de cortisol, hormônio que favorece o acúmulo de gordura abdominal e aumenta a fome. Não por acaso, uma recente pesquisa da Universidade do Estado de Ohio, nos Estados Unidos, comprovou que dias estressantes desaceleram o metabolismo. Por isso, controlar os nervos ajuda a emagrecer.

Dormir bem

Uma noite mal dormida atrapalha a produção de diversos hormônios. “Não dormir no mínimo oito horas por noite afeta, por exemplo, a produção de cortisol, hormônio que favorece o acúmulo de gordura abdominal”, diz Danilo Romano, médico endocrinologista do Hospital Samaritano de São Paulo.

Praticar musculação

Trocar a gordura do corpo por músculo, por meio de musculação, por exemplo, é uma estratégia de acelerar o metabolismo. Quanto mais músculos o corpo tiver, mais calorias serão gastas, porque o músculo é o tecido que mais necessita de energia para manter-se ativo.

Comer de três em três horas

Comer de três em três horas estimula a termogênese alimentar, referente à quantidade de calorias que o corpo gasta para digerir, metabolizar ou armazenar os nutrientes. “Fracionar a dieta é importante tanto para evitar que a pessoa sinta muita fome e exagere na próxima refeição quanto para acelerar o metabolismo”, afirma Tarissa Petry, endocrinologista do Centro de Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo.

Fontes: Marcio Mancini, endocrinologista membro do Departamento de Obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM); Tarissa Petry, endocrinologista do Centro de Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo; Danilo Romano, endocrinologista do Hospital Samaritano de São Paulo; Francisco Tostes, endocrinologista da Clínica Helena Costa, no Rio de Janeiro.

Read More →